O Universo se move harmonicamente em ciclos, assim como nós movemos o sentido de quem nós somos realmente, com o passar do tempo. O pensamento ancestral, sempre teve a consciência da vida e da morte como um ciclo sem fim.A Terra é ligada ao Universo como parte de um organismo vivo, celebra seus términos e começos, através da dança das estações.
Hoje, a maioria dos humanos aqui na Terra, não celebra adequadamente seus começos, términos, pontos de transição. A maior parte que ainda celebra, geralmente, o nascimento (batismo), o casamento, e o rito de morte. Muitas inícios e finais, ficam vagando pelos anos, arrastando pedaços do passado que deveriam ser enterrados. São pesos carregados que dificultam o caminho e não possibilitam o coração estar “por inteiro”.

Passagens como : puberdade, menopausa, separações, divórcios, mudança de trabalho, término de um tratamento ou terapia, cura, aborto, novo relacionamento, aposentadoria, ter sido roubado, abusado, mudança de casa ou cidade, etc. podem e devem ser incluídos também.

Todos os principais estágios da vida precisam ser claramente marcados, principalmente no tempo tão desafiante que vivemos. Voltar a fazer rituais de passagem é um caminho para fortalecer a crença na ligação com a Teia da Vida. Atualmente precisamos mais do que nunca desses rituais, mais ainda do que nossos ancestrais do passado.

Muitos vivem, atualmente, com uma sensação de separação, de isolamento, um sentimento de que deva existir um sentido maior na vida. Os rituais podem trazer a consciência de somos apenas um “microcosmo”, de que somos parte de “algo maior”, de que somos filho da Terra, parte de uma Terra Viva, de um organismo. Podemos, a cada ritual de passagem, sentir o Sagrado, perceber novas dimensões, de obtermos a profundidade e o sentido que está faltando em nossas vidas.

O ritual permite uma reconexão com o “Mistério da Vida”, com forças visíveis e não invisíveis, que permeiam a nossa existência, em níveis sutis. Sentindo e compreendendo essas energias nos tornamos “unos” com o Universo, recuperando o equilíbrio dentro de nós mesmos.

Para praticar rituais de passagem, entretanto, requer coragem, visão, confiança e que acreditemos em nossa capacidade para mudarmos os nossos valores, e assim nos ligamos à uma força maior do que nós, que está preocupada com o nosso bem estar.

Praticar festivais sazonais, permitem, ao buscador, compreender melhor a linguagem do inconsciente, uma comunicação no nível mais profundo de seu próprio ser. O festival cria uma atmosfera sagrada que nos faz ir além do racional e nos modificarmos profundamente através do amor e da gratidão, possibilitando a obtenção de resultados além do esperado.

As práticas sazonais são muito mais do que o simbolismo, é uma forma de revivermos a ordem natural da vida, aumentar nossa consciência ecológica, proceder mudanças, reafirmar nosso compromisso com a vida.

Os solstícios e equinócios não se relacionam diretamente com a adoração de deuses, e sim com a própria vida natural, portanto, seja o praticante de qualquer religião, poderá expressar gratidão pelas dádivas da luz e beneficiar-se desse relacionamento do Planeta com o Cosmos.

Todos os seres vivos são sensibilizados pelos campos magnéticos e elétricos da Terra. Esses campos mudam com a alternância dos ciclos diários e anuais, de acordo com a posição do Sol e da Lua. Nossos corpos são regidos por esses ciclos, a temperatura corporal aumenta e diminui afetando o metabolismo, respiração, o fígado, digestão, ritmo cardíaco e outras funções biológicas. Também sentimos no apetite, na disposição, no sono, na sexualidade, nos humores, etc. Observa-se, por exemplo, no inverno, um padrão de depressão e no verão euforia.

É muito importante saber que a cada dança das estações têm um começo, meio,fim e a sabedoria consiste na compreensão de que tipo de ações são apropriadas para cada fase. O que é bom para uma época, pode ser destrutivo em outra.

http://www.xamanismo.com.br/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: